Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

SameKage

avatar
Membro Honorário III
Membro Honorário III
Autor = P.S 050
5 sistemas operacionais da Microsoft que não deram certo
A maior empresa de softwares do mundo também comete deslizes, confira alguns dos principais.

O Windows 8 acaba de ser lançado e a expectativa que existe em cima dele é muito grande. E isso é suficiente para deixar analistas com bastante receio, uma vez que a história já mostrou que isso pode ser acompanhado de erros enormes. Não entendeu? Pois uma série de sistemas operacionais já foram lançados no decorrer das últimas décadas e alguns dos mais aguardados se mostraram verdadeiras falhas.

Há dezenas de exemplos que poderiam ser citados neste artigo, mas decidimos escolher cinco dos mais importantes fracassos dos sistemas operacionais e nos limitamos à Microsoft para o texto. Será que você conhece os nomes que falaremos aqui? Prepare-se para conhecer um pouco mais sobre cada um dos escolhidos para nossa lista.

1998
MS-DOS 4.0

Em uma época em que a interface gráfica não era a principal preocupação dos usuários de informática, o MS-DOS tornava-se uma das principais ferramentas de trabalho em todo o mundo. O sistema operacional tinha muitas vantagens em relação aos concorrentes e conseguia suprir boa parte das necessidades dos consumidores.


Mas 1988, a versão 4.0 do sistema da Microsoft foi um verdadeiro tiro no pé. Pela primeira vez, os consumidores estiveram na presença de um sistema operacional que congelava sem grandes explicações — algo como acontece com a tela azul, atualmente. Por causa dos problemas, boa parte dos usuários voltou ao MS-DOS 3.3 ou partiu para o concorrente DR-DOS.

1985
Windows 1.01

Se hoje o Windows domina o mercado mundial, na metade dos anos 80 a Apple tinha algumas possibilidades superiores às oferecidas pela Microsoft. Em 1985, a empresa de Redmond lançou o Windows 1.01 e não conseguiu convencer os consumidores de que aquela seria a escolha correta para eles. A interface gráfica era bastante precária e não dava o que todos esperavam.


Somente dois anos depois é que a Microsoft conseguiu fazer avanços, com o lançamento do Windows 2.03. A glória veio mesmo com o Windows 3.1, lançado em 1992. Mas até chegar lá, foi necessário passar por alguns erros bem complicados.

2000
Windows Millenium

A família Windows 9x foi marcada por excelentes sistemas operacionais. O Windows 95 trouxe uma série de novas possibilidades aos usuários, mostrando que os sistemas de multitarefas (não como acontece atualmente) poderiam dar um novo ânimo à informática. O Windows 98 e a versão 98 SE também renderam ótimas críticas. Mas o último integrante da família 9x foi uma verdadeira “ovelha negra”.


O site PC World considera o Windows Millenium como algo que funciona “tão bem quanto um cavalo com rodas nas patas da frente e cascos nas patas de trás”. Lento, instável e inseguro, há muitos usuários que dizem que o Windows Millenium só teve uma grande serventia: fazer o Windows XP parecer ainda mais incrível.

2005
Windows Vista

Dada a evolução do Windows Millenium para o XP, esperava-se que o Vista fosse um “upgrade” tão benéfico quanto o seu antecessor. Maior o que a expectativa, apenas a decepção, uma vez que ele chegou como um dos sistemas operacionais mais pesados de que já tivemos notícias.


O site Computer World revelou, em 2008, que um terço dos computadores comprados com Windows Vista passaram por “downgrades” para o Windows XP. A Microsoft ampliou o suporte do XP por causa disso, fazendo com que ele pudesse ser utilizado até o lançamento do Windows 7.

2000
Windows Mobile

Criado para rodar em smartphones e computadores de bolso, o Windows Mobile nunca se mostrou uma grande opção para os consumidores. Com poucas ofertas e carregando o nome Windows, gerava muitas expectativas e acabava levando poucos diferencias até os usuários. Por isso, nunca conseguiu decolar muito alto.


Mas o maior erro da Microsoft não fica por conta do sistema em si, mas da insistência nele. Quando o iPhone chegou ao mercado, um novo segmento — o dos smartphones — mostrou claros sinais de que seria gigante. Mas somente em 2010, três anos após o surgimento do iPhone, é que a Microsoft lançou o Windows Phone 7.


Fonte da Matéria:

(Clique na imagem para ser redirecionado ao link da matéria.)



Ei, tem um tempinho livre? Visite o Distrito Maker !!

Ver perfil do usuário http://distritorpgmaker.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum